Política

Disputa por prefeitura coloca ‘deputados amigos’ em pé de guerra

Parlamentar critica tentativa de manipular

Midiamax Publicado em 23/11/2015, às 10h21

None
4f071888cc3a635bfe25f6e7e598caf0a863e5ff89b9b.jpg

Parlamentar critica tentativa de manipular

Os deputados Zé Teixeira (DEM) e Geraldo Resende (PMDB) já fizeram algumas dobradinhas na disputa pelos cargos de deputado estadual e federal, mas nos últimos dias a amizade não está das mais fortes. A disputa pela Prefeitura de Dourados tem colocado os aliados em lados opostos e intensificando o número de alfinetadas.

Zé Teixeira disse à reportagem que é amigo de Geraldo e que fez diversas parcerias com ele em outras eleições. O deputado ponderou que Geraldo é extraordinário, mas indagado sobre a candidatura a prefeito, criticou a forma de trabalhar do colega. “Ele tem dificuldade de aglutinar pela individualidade dele. A emenda, por exemplo, não é dinheiro dele. O prefeito que faz a obra”, justificou.

Com base nesta tese, Zé Teixeira não quer apoiar Geraldo e está lançando o nome do deputado Barbosinha (PSB) para a prefeitura de Dourados.  A relação dos deputados ficou ainda pior depois que  Zé Teixeira não descartou a possibilidade de apoiar o peemedebista Sebastião Nogueira para a prefeitura.

O apoio a Sebastião desagradou Geraldo, que acusou Zé Teixeira de tentar um golpe contra o PMDB. “Que pese o carinho que tenho por ele. Mas, o Zé aprendeu a influenciar outras forças. Ele precisa é cuidar do DEM. Em outras épocas ele já influenciou, colocando outras pessoas dentro do PMDB, fazendo o partido de barriga de aluguel, como fez com a ex-deputada Bela Barros. Ele tem esta prática que vamos dizer basta. Aqui você não vai influenciar”, rebateu.

Revoltado com a tentativa de emplacar outro candidato, o deputado criticou a tentativa de fechar um bloco para lançar candidato único. “Acabou, definitivamente, a era dos conchavos políticos, de alguns que acreditam que podem escolher candidatos intramuros para o eleitor apenas referendar.  Precisamos fazer o debate. Não podemos interditar este debate”, concluiu.

Além de Geraldo Resende, Sebastião e Barbosinha, figuram como pré-candidatos a Prefeito de Dourados o ex-deputado federal Marçal Filho, agora no PSDB, e a vereadora Délia Razuk, que pode se candidatar pelo PR. 

Jornal Midiamax