Política

Delcídio diz que Dilma vai liberar R$ 1 bilhão para ‘agradar’ Congresso

Senador defende distribuição de emendas e cargos

Midiamax Publicado em 12/06/2015, às 15h07

None
download_2.jpg

Senador defende distribuição de emendas e cargos

Delcídio do Amaral (PT), informou que a presidente Dilma Rousseff (PT) deve autorizar a liberação, já nas próximas semanas, de R$ 1 bilhão em emendas ao orçamento para deputados e senadores. Segundo o líder do governo no Senado, a liberação das emendas, assim como cargos que devem ser preenchidos, tem como  objetivo ‘reforçar’ as bases de Dilma no Congresso e concluir as votações de medidas do ajuste fiscal.

O senador detalha que o montante de R$ 1 bilhão refere-se a restos a pagar de 2013 e 2014, que serão pagos em um período relativamente curto. “Nós já daríamos o ‘start’ a partir deste mês e gradativamente chegando nesse valor de R$ 1 bilhão”, declarou.

O R$ 1 bilhão a ser liberado em emendas para os congressistas se refere “restos a pagar de 2013, de 2014”. Quando se dará esse pagamento? “Num período relativamente curto. Nós já daríamos o ‘start’ a partir deste mês [junho] e gradativamente chegando nesse valor de R$ 1 bilhão”.

O senador foi questionado sobre a mudança de comportamento do Partido dos Trabalhadores, que outrora era contra a liberação de emendas e distribuição de cargos em troca de apoio, mas defendeu a prática. “Não. Uma coisa é você ser oposição. Aí quando você senta na cadeira…a história é diferente”, justificou. A entrevista foi concedida ao Blog do Fernando Rodrigues.

Jornal Midiamax