Política

Crise: Prefeitos do PT vão desafiar partido e apoiar prefeito do PSDB na Assomasul

Juvenal espera contar com prefeito de Jardim na vice-presidência da Assomasul

Midiamax Publicado em 15/01/2015, às 15h48

None
img_0892.jpg

Juvenal espera contar com prefeito de Jardim na vice-presidência da Assomasul

Os prefeitos do Partido dos Trabalhadores (PT) estão dispostos a desafiar a direção estadual e apoiar o candidato do PSDB à presidência da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul), prefeito de Nova Alvorada, Juvenal Neto.

Na manhã desta quinta-feira (15) Juvenal confirmou a participação de petistas na chapa, que deve ter o prefeito de Jardim, Erney Cunha (PT), como vice-presidente. Juvenal ficou satisfeito com o apoio do PT, agradecendo a ajuda do deputado federal Vander Loubet (PT).

O petista é um dos que se posiciona contra o veto petista a aliança com PPS, DEM e PSDB para presidência da Assomasul e da Assembleia Legislativa. Vander é a favor da liberdade dos parlamentares. Já o deputado eleito, Zeca do PT, defende a resolução petista, que proíbe aliança com partidos considerados rivais do PT e da presidente Dilma Rousseff (PT).

Mandato

 Juneval está confiante no diálogo com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Candidato de chapa única, ele  já tem agenda marcada com o novo governador no dia 23 de janeiro, quando pretende discutir Saúde, Educação, Obras e Assistência Social.

Entre as reivindicações imediatas está o apoio no transporte escolar. Os prefeitos desejam um reajuste de pelo menos correção da inflação no repasse feito pelo governo, já que há muitos anos não têm aumento.

Os prefeitos também querem rediscutir a forma com que o repasse é feito. Hoje o governo ajuda de acordo com o número de alunos em cada cidade, o que gera descontentamento, visto que há casos em que o município atende poucos alunos, mas em grandes distâncias, o que aumenta as despesas. A eleição da Assomasul acontece nesta sexta-feira (16), das 8 as 17 horas.

Jornal Midiamax