Política

CPI do Cimi deve definir presidente e relator na próxima quarta

Composição do colegiado foi concluída nesta terça

Midiamax Publicado em 29/09/2015, às 16h04

None
onevan_mara_alms.jpg

Composição do colegiado foi concluída nesta terça

Está prevista para quarta-feira (30) a primeira reunião da CPI do Cimi, aberta na Assembleia Legislativa para investigar denúncias de que o Cimi (Conselho Indigenista Missionário) incitou atos de indígenas contra fazendeiros em Mato Grosso do Sul. Nesta terça-feira (29), a casa definiu os membros do colegiado.

A partir disso, conforme divulgado pelo portal da Assembleia, o membro mais antigo, deputado estadual Onevan de Matos (PSDB), convocou os demais para a primeira reunião de trabalho, às 13h30 de quarta, no plenarinho. Os outros integrantes da CPI são Mara Caseiro (PTdoB), autora do requerimento de abertura, Paulo Corrêa (PR), Pedro Kemp (PT) e Marquinhos Trad (PMDB).

Na primeira reunião, deverão ser definidos os principais cargos da comissão: presidência, vice-presidência e relatoria. Por ser autora do pedido de abertura da CPI, Mara Caseiro não pode disputar o posto de relator das investigações.

A partir da oficialização, com a indicação de todos os membros, a CPI do Cimi terá 120 dias, prorrogáveis por mais 60, para encerrar os trabalhos. A abertura da comissão gerou protestos na casa, semana passada, principalmente por parte de movimentos ligados à causa indígena.

Jornal Midiamax