Política

Conselheira Marisa Serrano é citada como opção do PSDB em Campo Grande

Ex-senadora surge como opção dos tucanos

Midiamax Publicado em 29/06/2015, às 09h55

None
52160.jpg

Ex-senadora surge como opção dos tucanos

A ex-senadora e atual conselheira do Tribunal de Contas do Estado, Marisa Serrano, surge como opção para o PSDB na disputa pela Prefeitura de Campo Grande. Atualmente, Rose Modesto (PSDB) é a mais cotada para a disputa, mas já há quem aposte em Marisa.

As especulações começaram a aumentar nos últimos dias, depois que a conselheira começou a conceder mais entrevistas. Porém, como ainda é conselheira, Marisa não pode nem falar em candidatura. A aposentadoria de Marisa por idade, 70 anos, acontecerá só em 2017, mas tem quem aposte na antecipação para ser opção do PSDB.

A ex-senadora já foi vice-prefeita de Campo Grande, na gestão de Nelsinho Trad e depois renunciou para concorrer ao Senado, vencendo a eleição. Ela abandonou o mandato na metade do tempo, para ser indicada pelos deputados ao Tribunal de Contas.

Oficialmente, nenhum tucano fala da possibilidade, até para não prejudicar a conselheira. Mas, nos bastidores, muitos já falam em Marisa como forte concorrente para o cargo de prefeita. A possível ida de Marisa para a disputa também pode abrir uma vaga no TCE para outro tucano e Flávio Kayatt e Márcio Monteiro já estão na fila.

Marisa tem relação muito boa com o governador Reinaldo Azambuja, para quem passou o comando do partido antes de ir para o TCE. Na época elogiou o então deputado, dizendo que ele seria o futuro governador de Mato Grosso do Sul, o que acabou acontecendo.

Rose Modesto é a favorita para concorrer, mas até o momento não afirmou que será candidata. Ela teme críticas, visto que acabou de ser eleita vice-governadora. O ex-presidente municipal do partido, Carlos Alberto de Assis, também foi cotado, mas declarou que Rose só não será candidata se não quiser. A reportagem tentou contato com a assessoria de Marisa Serrano, mas ninguém atendeu as ligações.

Jornal Midiamax