Política

Comissão Processante deve ser votada na próxima terça-feira

Procuradoria jurídica deve emitir parecer sobre votos

Midiamax Publicado em 10/06/2015, às 14h38

None
luiza_ribeiro.jpg

Procuradoria jurídica deve emitir parecer sobre votos

Ficou para o dia 16 de junho, próxima terça-feira, a votação do pedido de abertura de Comissão Processante contra o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), na Câmara Municipal. É esperado que, até lá, a procuradoria jurídica da casa dê parecer conclusivo sobre a quantidade de votos necessária à aprovação do colegiado.

A vereadora Luiza Ribeiro (PPS), uma das autoras do pedido, disse ter recebido do presidente da Câmara, Mario Cesar (PMDB), a informação sobre a nova data. A expectativa da oposição é que haja entendimento sobre a necessidade de maioria simples – 15 votos –, enquanto existe, também, a interpretação acerca da exigência de dois terços – 20 votos.

Na dúvida, a bancada de oposição formalizou solicitação de parecer à procuradoria jurídica. Por isso, a votação do pedido de abertura da processante, previsto para quinta-feira (11), ficou para a próxima semana.

A votação já foi adiada por conta da necessidade de convocação de suplentes. Isto porque três vereadores – Luiz, Alex (PT) e Thais Helena (PT) – são os autores do pedido e não podem votá-lo.

Jornal Midiamax