Política

Chaveiros ajudam a PF a abrir cofres nas mansões da família de Bumlai

Operação é desdobramento da Lava Jato

Midiamax Publicado em 24/11/2015, às 12h07

None
img-20151124-wa0028.jpg

Operação é desdobramento da Lava Jato

Chaveiros precisaram ser chamados para ajudar equipes da Polícia Federal, que cumprem, nesta terça-feira (24), mandados de busca e apreensão nas mansões dos familiares do pecuarista José Carlos Bumlai, em Campo Grande. Ele foi preso em Brasília, na 21ª fase da Operação Lava Jato.

Segundo informações, os chaveiros estão ajudando a Polícia Federal a abrir os cofres. Seriam três e no primeiro não teria sido encontrado nada. Três viaturas da Polícia e outra da Receita Federal estão no local e fazem buscas em cinco mansões do bairro.

De uma delas, foi retirado um malote. Todas as casas ficam na mesma rua da família e na mesma quadra, sendo três casas vizinhas e duas do outro lado da rua. Também foram feitas buscas em uma sala do 6º andar do Centro Empresarial Afonso Pena, onde funcionaria uma assessoria de um banco.

Ainda segundo PF, 140 policiais federais e 23 auditores fiscais estariam cumprindo 25 mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva e 6 mandados de condução coercitiva nas cidades de São Paulo, Lins (SP), Piracicaba (SP), Rio de Janeiro, Campo Grande, Dourados e Brasília.

Jornal Midiamax