Política

Bernal recua de tarifaço e vai decretar 9,57% de aumento no IPTU 2016

Prefeito destaca que aumento segue valor da inflação

Midiamax Publicado em 04/11/2015, às 14h27

None
iptu_0.jpg

Prefeito destaca que aumento segue valor da inflação

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), recuou do tarifaço que havia cogitado para o IPTU dos campo-grandenses. Mesmo assim, ele anunciou na manhã desta quarta-feira (4), durante o 3º sorteio do “IPTU Dá Prêmios", que vai decretar aumento de 9,57% no Imposto Predial e Territorial Urbano de 2016.

Segundo o chefe do Executivo municipal, o valor foi definido com base no IPCA-E (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo Especial) e deve seguir a inflação de 9,57%.

De acordo com as informações da assessoria de comunicação da Prefeitura, os imóveis que sofreram valorização terão aumento máximo de 9,57%, já os que tiveram desvalorização, terão tributo menor, no entanto, não há um valor mínimo definido para a cobrança do imposto.

“A receita está arrecadando, não há um motivo para aumentar acima da inflação. O plano foi feito de forma simples e objetiva. Defendemos a justiça tributária nem além nem aquém, mas que todos possam contribuir para benefício mútuo. Não haverá tarifaço”, garante.

O aumento será inserido nas cobranças feitas a partir de janeiro de 2016 com os devidos descontos e parcelamentos. O decreto deve ser publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) entre a tarde de hoje e esta quinta-feira (5).

Jornal Midiamax