Política

Bernal avisa que só poderá fechar buracos da Capital em até 90 dias

Nova “força-tarefa” deve ser anunciada na quarta (11)

Evelin Cáceres Publicado em 06/11/2015, às 15h15

None
bernal_0611_400x300_ml.jpg

Nova “força-tarefa” deve ser anunciada na quarta (11)

Alcides Bernal (PP), prefeito de Campo Grande, voltou a anunciar nesta sexta-feira (6) em agenda pública uma possível força-tarefa para retomar o serviço suspenso de tapa-buraco na cidade. Segundo o líder do Executivo Municipal, “todos os detalhes” serão anunciados na próxima quarta-feira (11).

O prefeito diz que, apesar de ser uma força-tarefa, todos os buracos da cidade só poderão ser fechados em até 90 dias. Não é a primeira vez que Bernal promete solução para o problema que ele mesmo causou ao suspender os contratos já licitados na cidade.

No último mês, o prefeito chegou a anunciar na página oficial da Prefeitura que faria coletiva para apresentar uma solução para as falhas no asfalto da cidade, mas nada foi feito. À época, ele afirmou em coletiva que faria contratos emergenciais, apesar dos já existentes, para realizar os remendos.

A mesma tática utilizada na primeira parte da sua gestão, em 2013, que cassou o seu mandato. No caso, investigações comprovaram que Bernal “fabricou uma emergência” para contratar as empresas Salute e Megaserv.

No momento, uma equipe trabalha contra o tempo e as chuvas para tentar remendar o asfalto.

Os trabalhadores são da Seintrha e os equipamentos e lama asfáltica, segundo Bernal, doados pela concessionária de água da cidade “a custo nenhum”. Agora, a Prefeitura estuda fazer parceria com o Exército para recapear vias.

Não foi anunciado se o serviço também seria feito “de graça”. Quando reassumiu a gestão, Bernal suspendeu todos os contratos de tapa-buraco afirmando que faria auditoria nas licitações, a fim de economizar dinheiro do caixa municipal. 

Jornal Midiamax