Política

Puccinelli brinca e diz que Delcídio estava com ‘escuta’ em reunião com Mercadante

Convidados para a troca de presidência da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja-MS), o governador André Puccinelli (PMDB) e o senador Delcídio do Amaral (PT) trocaram brincadeiras antes do evento na manhã deste sábado (15) na sede da Famasul. Fugindo das perguntas, eles chegaram ao evento e pouco comentaram sobre a […]

Arquivo Publicado em 15/02/2014, às 14h01

None

Convidados para a troca de presidência da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja-MS), o governador André Puccinelli (PMDB) e o senador Delcídio do Amaral (PT) trocaram brincadeiras antes do evento na manhã deste sábado (15) na sede da Famasul.


Fugindo das perguntas, eles chegaram ao evento e pouco comentaram sobre a reunião. Delcídio declarou que estava próximo da sala do Ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, quando Puccinelli estava em reunião.


“Quando ele (André) saiu eu entrei e falei com Mercadante”, limitou-se a comentar. O governador retrucou. “Fui enganado, colocaram uma escuta”, disse, referindo-se ao senador petista. Puccinelli não quis comentar, entretanto, o que teria conversado com o ministro, ficando sério logo após a pergunta.


A reunião de Puccinelli estava marcada com a presidente Dilma Rousseff, que não pode receber o governador de Mato Grosso do Sul porque se preparava para uma viagem internacional.


O PT em Mato Grosso do Sul trabalha com a candidatura do senador Delcídio do Amaral para o governo do Estado. Uma das especulações seria de que André Puccinelli concorreria à vaga no Senado compondo a chapa do petista. Ambos, no entanto, já reconheceram publicamente a resistência entre correligionários para eventual aliança entre PT e PMDB em MS.

Jornal Midiamax