O deputado reeleito Marquinhos Trad (PMDB) e o deputado federal Fábio Trad (PMDB) também estiveram no apartamento de Reinaldo Azambuja (PSDB) na tarde desta terça-feira (7) para confirmar o apoio ao candidato ao governo de Mato Grosso do Sul.

Ambos declararam ser independentes no partido e afirmaram descontentamento e falta de clima para continuar no PMDB. “Nos aproximamos mais da forma de planejamento e programa do PSDB”.

Não faltaram críticas ao partido do atual governador André Puccinelli. “O PMDB é uma pessoa que nunca se manifesta publicamente, mas nos bastidores é o que mais se movimenta. De dia tem um rosto e à noite tem outro”.

Para ele, só os aliados de André estão com Delcídio. “O Londres, Jerson, Dagoberto, João Leite, Ary Rigo, Giroto, Osmar Jerônymo, Mario Cesar Lorenzetto. Todos esses apoiam Delcídio e são ligados ao Puccinelli”.

Apesar de afirmar que são “a geração do PMDB do Reinaldo”, Marquinhos desconfiou da presença de Wanderley Cabeludo e Mario Cesar, aliados de André, na reunião de Reinaldo. “Eles não dão um passo sem ouvir o governador”.