Política

Delcídio diz conversar sobre coligações com “todo mundo”, menos com o PMDB

O pré-candidato a governador Delcídio do Amaral (PT) afirmou que está conversando com todos os partidos, com exceção do PMDB, e que apenas descarta aliança com o partido do governador André Puccinelli. Delcídio deverá enfrentar o ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB) nas eleições de outubro. A preferência, no entanto, é fazer alianças com os partidos aliados […]

Arquivo Publicado em 28/01/2014, às 12h07

None
640633441.jpg

O pré-candidato a governador Delcídio do Amaral (PT) afirmou que está conversando com todos os partidos, com exceção do PMDB, e que apenas descarta aliança com o partido do governador André Puccinelli. Delcídio deverá enfrentar o ex-prefeito Nelsinho Trad (PMDB) nas eleições de outubro.

A preferência, no entanto, é fazer alianças com os partidos aliados da presidente Dilma Rousseff. Delcídio pondera apenas que o arco de alianças nacional ainda pode sofrer alteração por conta da reforma administrativa planejada por ela. “Eu acho que a partir de fevereiro as alianças começam a se desenhar”, disse, em entrevista ao Midiamax.

“PV, PCdoB, estão alinhados, conversando comigo, tem também o Pros. Estou conversando com o Kassab [PSD], com PR, com PTB, com os aliados da Dilma. Todos estão esperando reforma ministerial, tendo desse quadro. Estou conversando também com PDT, PSDB, PPS e DEM. É um projeto amplo”, declarou.

Com relação à possibilidade de aliança com os tucanos, Delcídio afirmou que tanto PT quanto PSDB têm resoluções contra a coligação, mas lembrou que já foram admitidas exceções em outras eleições e que as conversas continuam.

“Temos que conduzir com tranquilidade. A Dilma sabe disso. O Lula esteve pessoalmente e disse que não vê dificuldade. Falei com o Aécio e Reinaldo Azambuja também falou. Estamos fazendo as coisas com transparência. Política é algo de conversar com equilíbrio, bom senso e verdade”.

Jornal Midiamax