Política

Após curto flerte, Athayde diz que PPS encerrou participação e conversas com Bernal

O presidente regional do PPS, Athayde Nery declarou nesta segunda-feira (4) que encerrou sua participação em conversas com o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Para Athayde, agora as ações depende exclusivamente de Bernal. O prefeito esta sendo investigado por uma comissão processante que pode cassar seu mandato. Para Athayde, Bernal não depende mais […]

Arquivo Publicado em 04/11/2013, às 19h07

None
1974801092.jpg

O presidente regional do PPS, Athayde Nery declarou nesta segunda-feira (4) que encerrou sua participação em conversas com o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP). Para Athayde, agora as ações depende exclusivamente de Bernal. O prefeito esta sendo investigado por uma comissão processante que pode cassar seu mandato.

Para Athayde, Bernal não depende mais de nenhum ente político, mas de colocar em prática as sugestões entregues pelos partidos que tem disposição de ser aliados. “Eu encerrei minha participação na semana passada. Entreguei pra ele (Bernal) todos os encaminhamentos que considerava importante, estão não depende mais de nenhum ente político, nem do PT, nem do PPS. Depende somente do Bernal e ampliação de sua base de sustentação”, declarou.

Com essa análise critica, Athayde disse que já foi dito o que precisa mudar e agora está nas mãos do prefeito. “Cada dia que passa o estado dele fica mais delicado”, pontuou.

O judiciário serve para dar essa questão da manutenção de Bernal no cargo, mas o que esta em jogo é questão política e que tem base técnica, depende dos votos na câmara. “O que vemos é que hoje Bernal está absolutamente condenado se levarmos em conta a última votação”, frisou.

Para o presidente do PPS saída seria estabelecer um marco zero e construir um projeto de governo com todos os aliados para criar essa coalização.

Jornal Midiamax