Política

Delcídio confia na traição de prefeitos do PMDB em 2014

Pré-candidato ao Governo do Estado, o senador Delcídio do Amaral (PT) acredita contar com o apoio de prefeitos até do rival PMDB nas eleições de 2014. A confiança leva em consideração a parceria com os municípios desenvolvida durante seus mandatos no Senado Federal. “Acredito nisso, até porque faço política com os prefeitos e os prefeitos […]

Arquivo Publicado em 11/06/2012, às 20h03

None
1606076638.jpg

Pré-candidato ao Governo do Estado, o senador Delcídio do Amaral (PT) acredita contar com o apoio de prefeitos até do rival PMDB nas eleições de 2014. A confiança leva em consideração a parceria com os municípios desenvolvida durante seus mandatos no Senado Federal.


“Acredito nisso, até porque faço política com os prefeitos e os prefeitos nunca me faltaram, sempre estiveram comigo e acho que não vai ser em 2014 que eles vão me abandonar”, declarou nesta segunda-feira (11) em Nova Alvorada do Sul, durante a entrega de 19 retroescavadeiras, patrocinadas pelo governo da presidente Dilma Rousseff (PT).


Pelos cálculos de Delcídio, o PT elegerá de 12 a 15 prefeitos nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. “Com os aliados, nós vamos chegar nos 40”, apostou. A expectativa dos governistas também é bem otimista. O plano do PMDB é ampliar os atuais 28 prefeitos para até 50. Segundo a direção regional, o partido tem 65 pré-candidatos.


A estratégia, tanto do PT quanto do PMDB, é sair das eleições municipais mais forte do que entrou, justamente, para entrar com força na disputa pela sucessão do Governo do Estado. Pelos governistas, são pré-candidatos o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) e a vice-governadora Simone Tebet (PMDB).

Jornal Midiamax