Logo após anunciar os três nomes responsáveis por comandar a transição dos governos, o prefeito eleito (PP) informou procurar, ainda nesta segunda-feira (12), o prefeito (PMDB) para planejar a transição entre as administrações.

“Ainda hoje, vou procurar o Nelsinho”, informou Bernal. Ele espera do prefeito o cumprimento de suas funções e uma transição tranqüila. “Se tudo acontecer dentro do que determina a lei, não teremos dificuldades”, frisou.

Neste sentido, Bernal cobra o respeito à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e ao Plano Plurianual (PPA), aprovados em julho pela Câmara Municipal. Sobre o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) e o Orçamento para 2013, ele reforçou ser uma responsabilidade de Nelsinho.

O mesmo posicionamento ele adotou em relação à falta de espaço no atual prédio do Legislativo Municipal para abrigar o aumento de 21 para 29 de vereadores. “A decisão ainda pesa nos ombros do atual prefeito”, disse, lembrando que o problema já se arrasta por anos.