Política

Athayde garante apoio a Bernal e oficializa compromisso na segunda

“Por unanimidade, foi aprovada a opção de o PPS acompanhar a candidatura de Alcides Bernal, do PP”, anunciou Athayde em um programa de rádio.

Arquivo Publicado em 11/10/2012, às 20h27

None
962374433.jpg

“Por unanimidade, foi aprovada a opção de o PPS acompanhar a candidatura de Alcides Bernal, do PP”, anunciou Athayde em um programa de rádio.

Candidato a vice-prefeito do deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), o vereador Athayde Nery (PPS) declarou, na manhã desta quinta-feira (11) em entrevista à rádio Cultura AM, que o PPS apoiará o deputado estadual Alcides Bernal (PP) em confronto com o governista Edson Giroto (PMDB) na disputa pelo comando da prefeitura de Campo Grande.

“Por unanimidade, foi aprovada a opção de o PPS acompanhar a candidatura de Alcides Bernal, do PP”, anunciou Athayde, no programa RC 360 Graus, apresentado pelo jornalista Artur Mario. Segundo ele, a decisão foi amplamente discutida em reunião na noite de quarta-feira (10) com a participação de todas as lideranças e dirigentes do partido.

Segundo ele, pontos determinantes, como planejamento, participação e transparência com foco nas pessoas, serão assumidos pelo candidato. “Que o Alcides Bernal representa a mudança que defendemos no primeiro turno, isso o PPS já decidiu. Porém, queremos informar a decisão em conjunto com os demais aliados da coligação”, acrescentou Athayde.

O anúncio será feito na segunda-feira, ao lado do PSDB, do deputado federal Reinaldo Azambuja, candidato a prefeito, na segunda-feira à tarde, em hotel de Campo Grande. A decisão de realizar em coletivo o anúncio pode indicar o apoio da coligação toda à candidatura de Bernal.

Logo após do encontro, Athayde fez questão de adiantar a decisão ao candidato a prefeito pelo PSDB. “Nós já tínhamos adiado a decisão e nós não poderíamos mais deixar de colocar isso, então, avisei o nosso candidato a prefeito Reinaldo Azambuja de que o PPS iria tomar sua decisão e fizemos de maneira democrática, por que o momento exige isso, as pessoas estão nos cobrando essa posição”, ponderou.

Carta de compromisso

A oficialização do apoio, segundo Athayde, acontecerá na próxima segunda-feira, 15. “Essa carta de princípios está assentada em três pilares: primeiro a questão da transparência, segundo a questão da participação e o terceiro o planejamento”, informou. “Esses três pilares permitem que nós façamos de Campo Grande uma gestão que consiga construir com as pessoas, que dê as pessoas metas de curto, médio, prazo e que saiba o que você está fazendo”, acrescentou.

Athayde ainda explicou não ter como o partido seguir outro rumo depois de uma campanha norteada com o apelo por renovação. “Nós fomos procurados pelo governador (André Puccinelli), pelo candidato da situação (Giroto) e a gente agradece, mas não podemos deixar de seguir o caminho que nós optamos no primeiro turno, que foi o caminho da mudança responsável e nós esperamos que o Bernal assuma esses compromissos e assumindo terá o PPS na sua totalidade”, frisou.

Além disso, segundo Athayde, a forma de o PMDB administrar contribuiu para afastar o PPS de Giroto. “Nesse momento um dos problemas com o PMDB é o seu hegemonismo, a forma como o governador acabou assumindo a direção, sem permitir que houvesse crescimento dos seus parceiros e os incomodados que se mudem, entregamos os cargos e fomos à luta de forma responsável”, afirmou. “Queremos uma Campo Grande para todo mundo”, emendou.

Para finalizar, o vereador disse que “democracia não se faz com medo, com subserviência, democracia se faz com amor pelo país”. “Nós não fazemos aliança para bajular, fazemos aliança para ajudar”, finalizou.

Jornal Midiamax