Política

A Geraldo e Marçal, Puccinelli garante candidatura do PMDB em Dourados

Os deputados federais Marçal Filho e Geraldo Resende, ambos do PMDB, se reuniram com o governador André Puccinelli (PMDB) nesta segunda-feira (12) para debater os critérios das pesquisas quantitativa e qualitativa que definirão o candidato peemedebista em Dourados. Os dois deputados pleiteiam a indicação do partido ao lado da vereadora Délia Razuk, que não pode […]

Arquivo Publicado em 13/03/2012, às 18h09 - Atualizado em 17/07/2020, às 23h50

None

Os deputados federais Marçal Filho e Geraldo Resende, ambos do PMDB, se reuniram com o governador André Puccinelli (PMDB) nesta segunda-feira (12) para debater os critérios das pesquisas quantitativa e qualitativa que definirão o candidato peemedebista em Dourados.


Os dois deputados pleiteiam a indicação do partido ao lado da vereadora Délia Razuk, que não pode comparecer à reunião devido compromissos no município douradense. Segundo Geraldo Resende, o resultado do encontro positivo. “Colocamos que o projeto de candidatura do PMDB em Dourados é irreversível”, disse parlamentar.


De acordo com Resende, Puccinelli se comprometeu em seguir as definições do diretório municipal do PMDB. “Ele disse que vai com o que o PMDB decidir”, comentou.


Por outro lado, o governador tem se esquivado de comentar sobre as eleições em Dourados e declarado publicamente que só irá se posicionar no mês de junho, período das convenções eleitorais.


No entanto, para Geraldo Resende, a legenda “não vai ter como justificar se o PMDB sustar novamente” a indicação de um nome para concorrer à Prefeitura de Dourados.


O deputado federal revelou ainda que o instituto de pesquisa que definirá o candidato do PMDB poderá ser o Datafolha. “Mas ainda estamos discutindo”, adiantou. Ainda segundo ele, as pesquisas qualitativas e quantitativas para escolher o candidato do PMDB deverão ser iniciadas no fim do mês de março ou no início de abril. 

Jornal Midiamax