Política

Coligação de Puccinelli ganha direito de resposta a Zeca em TV

A coligação “Amor, Trabalho e Fé” liderada pelo governador André Puccinelli (PMDB) que busca a reeleição conquistou na Justiça direito de resposta que foi veiculado no telejornal MSTV 1ª Edição da TV Morena, afiliada da Rede Globo, por declaração do ex-governador Zeca do PT ao mesmo jornal no dia 19 de setembro. Conforme a coligação, […]

Arquivo Publicado em 13/09/2010, às 16h04

None

A coligação “Amor, Trabalho e Fé” liderada pelo governador André Puccinelli (PMDB) que busca a reeleição conquistou na Justiça direito de resposta que foi veiculado no telejornal MSTV 1ª Edição da TV Morena, afiliada da Rede Globo, por declaração do ex-governador Zeca do PT ao mesmo jornal no dia 19 de setembro.

Conforme a coligação, Zeca teria dito que as contas da Secretaria de Saúde teriam sido rejeitadas pelo Conselho Estadual de Saúde. “Esclarecemos que as contas da secretaria foram aprovadas pelo Conselho por unanimidade ao contrário do que foi dito pelo candidato da Força do Povo [Zeca] no dia 19. A coligação Amor, Trabalho é Fé lamenta a divulgação de informação inverídica”, diz no vídeo.

Ocorre que em reunião ocorrida nos dia 15 e 16 de abril deste ano, os membros da Comissão de Acompanhamento, fiscalização da execução orçamentária e financeira do Fundo Especial da Saúde de MS analisaram o relatório de gestão de 2009 e perceberam que do valor alegado pelo governo, R$ 186,6 milhões foram usados para amortização de dívida e pouco mais de R$ 80 milhões foram utilizados na Lei 2261/01, a Lei do Rateio. Veja na notícia relacionada.

Jornal Midiamax