Para fim de congestionamento da Três Barras, Prefeitura abre licitação para reordenamento de trânsito

Rotatória será removida para construção de canteiros onde serão instalados os semáforos
| 26/05/2022
- 09:48
Congestionamento Três Barras
Rotatória da Avenida Três Barras. (Foto: Divulgação/PMCG)

Como medida para o fim do congestionamento na Avenida Três Barras, a Prefeitura de Campo Grande publicou nesta quinta-feira (26), no Diogrande, abertura de licitação para contratar as obras de reordenamento de trânsito, no trecho com a Avenida José Nogueira Vieira e Rua Marquês de Lavradio.

A obra será feita em parceria com o Governo do Estado, tendo investimento previsto de R$ 1.865.486,33. As empresas participantes do certame terão até o dia 4 de julho às 9 horas para apresentar as propostas.

Segundo o monitoramento, em média, 30 mil veículos passam pelo local que é um dos principais acessos aos bairros Tiradentes, Parque Dallas, e Vilas Boas. O projeto prevê a retirada da , instalação de 2 conjuntos semafóricos, com 20 porta-focos e a adoção da mão única numa quadra das ruas Domingos Jorge Velho e Miguel Sutil.

A intervenção inclui a pavimentação de um trecho de 200 metros das Ruas Manoel da Nóbrega, paralela à Três Barras, e de 70 metros da Miguel Sutil, transversal à Três Barras.

Com a remoção da rotatória e construção de canteiros onde serão instalados os semáforos, acaba o estreitamento da Três Barras, neste trecho que passa a ter duas pistas de rolamento. Como a preferência é para quem está fazendo a rotatória, se formam filas dos veículos que vão em direção à região do Bairro Rita Vieira ou daqueles que vão para a região do Bairro Tiradentes, pela Rua José Nogueira Vieira.

A expectativa é que com a mudança o tráfego tenha maior fluidez e seja reduzido o tempo do deslocamento. O condutor que vem do bairro conseguirá seguir em frente pela avenida ou entrar na José Nogueira Vieira, com o tráfego regulado por semáforo. Hoje, para fazer trajeto em direção ao Centro, o motorista precisa entrar na José Nogueira, passar pela Rua Final, entrar na Marquês de Lavradio, para então voltar à Três Barras, depois da rotatória.

Rotatória costuma registrar congestionamento
Remoção da rotatória e construção de canteiros onde serão instalados os semáforos.

Outra alteração prevista é para quem vem do Bairro Vilas Boas pela Rua Domingo Jorge Velho, que passará a ser mão única (descendo) na última quadra. O condutor não conseguirá entrar na Avenida Três Barras. Terá de entrar à direita na Manoel da Nóbrega e depois à esquerda na Miguel Sutil, que também será mão única, em direção à Três Barras, onde também haverá semáforo.

Na sequência do reordenamento do trânsito na rotatória está programada a continuidade do recapeamento da Avenida Três Barras, desde a Rua Conselheiro Furtado (onde foi interrompida) até a rotatória com a Avenida Gabriel Del Pino.

Intervenção para evitar congestionamento

Este será o quarto reordenamento do trânsito em rotatórias desde 2017. Nas rotatórias da Nelly Martins com Mato Grosso; Gury Marques / Interlagos e Joaquim Murtinho / Ceará, a solução para os gargalos no tráfego foi a instalação de semáforos que passaram a regular o fluxo de veículos. Em média, circulam diariamente nestas rotatórias mais de 110 mil veículos. Já estão em andamento as intervenções no trevo Imbirussu, nas avenidas Bandeirantes, Marechal Deodoro e Manoel da Costa Lima.

Para o diretor-presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito, Janine de Lima Bruno, essa intervenção será significativa para todos que utilizam a via, inclusive os pedestres. “A Avenida Três Barras se tornou uma importante ligação com a região sul da cidade. Além disso, com o aumento da quantidade de condomínios residenciais e comércios implantados na região, houve a necessidade de garantir mais segurança e fluidez para os veículos, ciclistas e pedestres”, disse.

Está no planejamento da Prefeitura o reordenamento do trânsito das rotatórias das avenidas Tamandaré com Euler de Azevedo. Também recebe semáforos a rotaria das ruas Rui Barbosa, 14 de Julho e Avenida Rachid Neder.

Veja também

Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos

Últimas notícias