Polícia / Trânsito

Policiais do Batalhão de Choque prestam socorro às vítimas de acidente na MS-164

Com escadas e guarda-roupas, policiais fazem macas para salvar vítimas de acidente em MS

Renan Nucci Publicado em 24/12/2021, às 08h15

Policiais durante atendimento às vítimas de acidente na MS-164
Policiais durante atendimento às vítimas de acidente na MS-164 - Divulgação
[Colocar ALT]
Acidente entre uma van e uma picape Toro ocorreu na tarde de quinta-feira (23). Foto: Divulgação

Uma equipe do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul salvou quatro vítimas de um acidente entre uma van e uma picape Toro ocorrido na tarde de quinta-feira (23), na rodovia MS-164, no trecho entre o Copo Sujo e o Distrito de Vista Alegre, na região do município de Maracaju. A equipe improvisou portas de guarda-roupas e escadas para usar como macas durante o resgate.

Conforme apurado, o Choque seguia para Ponta Porã, para realizar uma operação, quando se deparou com o acidente. Uma van que trazia uma família para passar o Natal na fronteira colidiu com a Toro. Diante da gravidade da colisão, o primeiro-sargento Andrade, o terceiro-sargento Amaral e os cabos Duarte e Roberto iniciaram os primeiros-socorros.

Apesar da experiência, os militares não tinham equipamento necessário para o resgate, motivo pelo qual usaram ferramentas e outros objetos. “Nós fizemos maca com escadas e portas de guarda-roupas que estavam em outros veículos na via e conseguimos imobilizar e prestar os primeiros atendimentos aos feridos”, explicou o cabo Roberto.

Na Van, além do condutor que ficou em estado grave, havia outras duas pessoas, enquanto na Fiat Toro havia apenas a condutora, que também ficou em estado grave.  Após o resgate, as vítimas estavam sendo levadas para o Hospital Regional de Ponta Porã, pelos policiais do Batalhão de Choque, com a utilização de carros de pessoas que estavam paradas no congestionamento, no entanto, próximo ao trevo de Antônio João, os policiais se depararam com uma viatura de resgate do Corpo de Bombeiros que terminou de fazer a condução.

Jornal Midiamax