Polícia / Trânsito

Motociclista é arremessado e bate cabeça em árvore após ser atingido por camionete

Na manhã desta terça-feira (24), homem de aproximadamente 40 anos, que até o momento não foi identificado, sofreu graves ferimentos após ser atingido por uma camionete no cruzamento da Rua Spipe Calarge com a Rua Lupércio de Miranda. Ele foi arremessado e bateu com a cabeça em uma árvore, chegando a ficar inconsciente. Pessoas que […]

Renata Portela Publicado em 24/09/2019, às 10h02 - Atualizado em 25/09/2019, às 08h17

Condutora da camionete não sofreu ferimentos (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)
Condutora da camionete não sofreu ferimentos (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax) - Condutora da camionete não sofreu ferimentos (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)

Na manhã desta terça-feira (24), homem de aproximadamente 40 anos, que até o momento não foi identificado, sofreu graves ferimentos após ser atingido por uma camionete no cruzamento da Rua Spipe Calarge com a Rua Lupércio de Miranda. Ele foi arremessado e bateu com a cabeça em uma árvore, chegando a ficar inconsciente.

Pessoas que trabalham na região e presenciaram o acidente contaram ao Jornal Midiamax que o motociclista seguia na Honda Start pela Spipe Calarge, em direção à Avenida Zahran, quando a camionete S10 que seguia pela Rua Lupércio de Miranda invadiu a rua. Há sinalização horizontal e vertical de Pare naquela rua. A S10, conduzida por uma mulher de 65 anos, acabou colidindo na motocicleta.

Motociclista é arremessado e bate cabeça em árvore após ser atingido por camionete
Motociclista foi arremessado (Foto: Marcos Ermínio, Midiamax)

Com a colisão o motociclista foi arremessado a aproximadamente 10 metros e bateu com a cabeça em uma árvore. O visor do capacete chegou a quebrar e ele ficou inconsciente por alguns minutos. Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) fizeram o atendimento.

Foi constatado que o motociclista sofreu traumatismo craniano, fratura na tíbia e no tornozelo, além de lesões no pescoço. Ele foi socorrido em estado grave e encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande. Como não portava documentos, ele ainda não foi identificado. Já a condutora da S10 não sofreu ferimentos aparentes e estava desorientada.

Equipe da Polícia Militar de Trânsito foi ao local para registrar o acidente. Testemunhas contaram que os acidentes naquela rua são comuns, já que os motoristas não respeitam a sinalização e invadem a Spipe Calarge. Uma mulher que trabalha na região contou ao Midiamax que em um ano já presenciou quatro acidentes naquele cruzamento.

Ainda conforme as testemunhas, semáforo ou quebra-molas já foram solicitados para evitarem os acidentes, principalmente porque há três escolas na região e o fluxo de veículos é intenso nos horários de saída e entrada, mas a solicitação ainda não foi atendida.

Jornal Midiamax