Polícia / Trânsito

Mais 2 supostos integrantes do PCC são presos na fronteira

Um deles com condenação de 45 anos em aberto

Diego Alves Publicado em 02/06/2017, às 00h28

None

Um deles com condenação de 45 anos em aberto

Mais dois supostos integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital) foram preso na fronteira nesta quinta-feira (01). Claudinei Prebom e Cicero Fernando de Lima Almeida, também apontados como integrantes da organização criminosa já haviam sido preso nesta quinta em Pedro Juan Caballero no Paraguai, fronteira com Ponta Porã, cidade a 314 quilômetros de Campo Grande.Mais 2 supostos integrantes do PCC são presos na fronteira

A outra dupla identificada como Antônio Pedro da Silva, 45, e Emerson Assunção, 40, presos em Capitán Bado, cidade a 395 quilômetros de Campo Grande, se identificaram inicialmente como Messias Ribeiro Gonçalves e Antônio Pedro da Silva.

Os dois são foragidos da Justiça brasileira. De acordo com o site Porã News, Antônio é natural do estado de Pernambuco e Emerson de São Paulo.

Os dois foram presos pela polícia paraguaia quando transitavam na Rua República do Chile próximo a divisa entre Capitán Bado e Coronel Sapucaia. Durante a abordagem, os policiais verificaram que Antônio possui uma condenação em aberto de 45 anos no Brasil. Os dois serão entregues à Polícia Civil de Coronel Sapucaia.

Jornal Midiamax