Polícia / Trânsito

Mulher se joga na frente de ônibus e por pouco não é esmagada por roda

Testemunhas disseram que ela estava drogada 

Clayton Neves Publicado em 08/09/2016, às 23h46

None
unnamed.jpg

Testemunhas disseram que ela estava drogada 

Uma mulher ainda não identificada teve ferimentos na cabeça depois de se jogar na frente de um ônibus do transporte público coletivo. O caso aconteceu no início da noite desta quinta-feira (8), na Vila Albuquerque, em Campo Grande. Por pouco centímetros uma das rodas não passou sobre o corpo da vítima.

Segundo informou o condutor do ônibus, de 40 anos, ele seguia na Rua Ramalho Ortigão. Quando fazia manobra para entrar na Rua Delfina Borges, percebeu que alguém havia se atirado embaixo do veículo. “Foi tudo muito rápido, não vi de onde ela surgiu”, contou.

Populares disseram que a mulher aparentava ter 40 anos e estava visivelmente drogada. Eles disseram que por poucos centímetros uma das rondas do ônibus não a atingiu. “O barulho foi muito forte, ouvi de dentro de casa e saí achando que havia sido uma batida entre dois carros”, relatou a cozinheira Isabel Jordão, de 58 anos.

Após o atropelamento, moradores disseram que a mulher saiu de baixo do veículo na intenção de fugir do local, porém, não conseguiu, já que estava com a cabeça sangrando e dizendo sentir dores. “Ela gritava muito”, disse uma testemunha.

No local ainda era possível ver a sandália da mulher embaixo do veículo. Os passageiros que estavam no ônibus foram transferidos para outro carro. A mulher não informou o motivo que a levou a se atirar contra o veículo. 

O Corpo de bombeiros esteve no local e encaminhou a mulher para a UPA (Unidade de pronto Atendimento) do Bairro Tiradentes. 

Jornal Midiamax