Polícia / Trânsito

Trânsito violento matou 5 crianças durante fim de semana nas rodovias de MS

Cinco crianças entre 3 e 12 anos de idade foram vitímas de acidentes 

Midiamax Publicado em 05/10/2015, às 00h01

None
carro2.jpg

Cinco crianças entre 3 e 12 anos de idade foram vitímas de acidentes 

Sara Arcanjo de Oliveira de 7 anos morreu depois de ser atropelada por um veículo Toyota Corolla na noite deste domingo (4), na MS-147, próximo do distrito de Culturama, município de Fátima do Sul, a 251 quilômetros de Campo Grande. Só neste fim de semana, cinco crianças entre 3 e 12 anos de idade morreram em acidentes nas rodovias de Mato Grosso do Sul.

O último aconteceu por volta das 18 horas deste domingo. A menina morreu após ser atropela por um veículo Toyota Corolla. Outras quatro pessoas que estavam com ela também ficaram feridas e foram encaminhadas para o Hospital de Fátima do Sul por uma ambulância da Prefeitura, onde foram medicadas e liberadas.

A perícia de Dourados e a Polícia Civil de Fátima do Sul foram acionadas para atender a ocorrência e apurar as causas do acidente. Segundo o site Siliga News, o condutor do veículo, que mora no distrito e trabalha como taxista na região, foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Fátima do Sul.

Os irmãos Gabriela Duarte de Souza, de 8 anos e Lucas Duarte de Souza, de 12, morreram na noite de sábado (3) na BR-262, depois que o Fait Palio conduzido por Roberto Benites, colidiu frontalmente com o Renault Sandero em que eles viajavam com os pais e uma amiga da família. Com o impacto, as crianças, que estavam sem cinto de segurança, foram arremessadas do veículo e morreram no local.

A mãe delas, Hellen Rolon de Souza Duarte conduzia o Renault e sobreviveu ao acidente. Já o pai das crianças, o pastor Wanderson Duarte, de 30 anos e a amiga do casal Jocelise Pereira de Oliveira, de 34 anos, morreram carbonizados.

No Palio, a mulher de Roberto, identificada como Marlen Alves Costa de 21 anos também morreu no incêndio causado pela colisão. Após receber atendimento médico, Benites foi preso por homicídio doloso, já que dirigia sobre efeito álcool no momento da tragédia.

Na manhã do mesmo dia, outro acidente tirou a vida de duas crianças. Davi Lucas Neres da Costa, de 3 anos e o irmão Vitor Hugo Neres, de 8 anos, morreram depois que a Hilux, placa de Osasco-SP, em que estavam caiu na ponte do Rio Santa Luzia, na BR-163.

A família viajava no sentido Nova Alvorada do Sul/Campo Grande,  quando a caminhonete aquaplanou na pista e caiu no rio. A mãe, Alcione Neres da Costa, de 36 anos, que estava dirigindo, ficou presa nas ferragens e morreu na hora. As crianças foram arremessadas para fora do veículo e os corpos foram encontrados horas depois.

Davi estava em baixo do veículo e Vitor foi encontrado a 300 metros do local do acidente. O pai dos meninos, Mauro Luiz Pereira da Costa, 39 anos, sofreu ferimentos leves e foi levado para o Hospital Municipal de Nova Alvorada do Sul. Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal) chovia no momento do acidente e a velocidade da caminhonete não era compatível ao tempo.

Jornal Midiamax