Polícia / Trânsito

Acidente fatal na MS-040, próximo a Campo Grande, acaba com lua de mel de casal

Uma pessoa morreu e duas ficaram gravemente feridas após colisão com uma anta

Midiamax Publicado em 12/01/2015, às 14h25

None
capotamento_2.jpg

Uma pessoa morreu e duas ficaram gravemente feridas após colisão com uma anta

Um acidente de trânsito ocorrido por volta da 1 hora desta segunda-feira (12), na altura do quilômetro 133 da MS-040, região leste de Campo Grande, deixou uma pessoa morta e duas gravemente feridas. O carro em que estavam bateu em uma anta, que também morreu.

Elen Milene, de 20 anos, e Dionei Clein Soares, de 34 anos, iriam completar um ano de casados em março deste ano, porém esta era a primeira viagem de lua de mel do casal depois do matrimônio. Eles voltavam com amigos do Beto Carreiro, em Santa Catarina, rumo a Mato Grosso, quando se envolveram no acidente.

Os recém-casados e o amigo, Isac Sarati, de 37 anos, estavam no Fiat Palio preto, placas ENC-9923, de Várzea Grande (MT), seguindo uma caminhonete Nissan Frontier, ocupada por quatro pessoas, dentre elas o motorista, apenas identificado como Paulo, a esposa, a sogra e a filha de colo do casal.

Conhecido como “Amigos do Mato Grosso”, o grupo mora em Várzea Grande e retornava do passeio. “Tentamos parar em Santa Rita do Rio Pardo, mas não achamos hotel. Então, decidimos seguir viagem até Campo Grande”, conta Paulo, ainda abalado com a tragédia.

Os veículos seguiam pela MS-040, quando uma anta de aproximadamente 200 quilos entrou no meio da estrada. A caminhonete teria conseguido desviar do animal, porém o Palio, que vinha logo atrás, o atropelou.

Com o impacto, o carro perdeu o controle e capotou por diversas vezes até cair em uma ribanceira. Elen foi arremessada para cima do morro, a uma altura de três metros, e morreu na hora.

Já o marido dela e o amigo ficaram presos nas ferragens. Paulo retornou ao local do impacto e tirou os amigos do automóvel com a ajuda de um macaco, que havia na caminhonete. A região não tem sinal para telefonia, com isso o socorro demorou a chegar – equipes chegaram ao local somente no começo da manhã e, até o fechamento deste texto, a PMRv (Polícia Militar Rodoviária) aguardava a chegada da perícia.

Os ocupantes do Palio foram levados em estado grave para a Santa Casa de Campo Grande. Dionei teve um corte profundo na cabeça. Já o amigo, Isac, teve uma fratura exposta no fêmur.

Equipes da PMRv informaram que a gravidade do acidente pode ser resultado de excesso de velocidade. Além disso, parte da via chegou a ficar interditada por conta do animal atropelado.

Jornal Midiamax