Polícia / Trânsito

Após acidente na saída de boate, jovem despenca de grade e morre no centro de Campo Grande

Flávio (31) morreu após um acidente inusitado na madrugada deste sábado. Quando saia com um amigo de uma boate na região central de Campo Grande, ele caiu sobre a grade de um Ginásio, que cedeu, e despencou de uma altura de 3 metros.

Arquivo Publicado em 12/02/2011, às 10h39

None
762103812.jpg

Flávio (31) morreu após um acidente inusitado na madrugada deste sábado. Quando saia com um amigo de uma boate na região central de Campo Grande, ele caiu sobre a grade de um Ginásio, que cedeu, e despencou de uma altura de 3 metros.

Após um acidente inusitado, Flávio Alberto Barbosa de Araújo, de 31 anos, morreu na madrugada deste sábado (12) quando saia com um amigo de uma boate na região central de Campo Grande. Os dois estavam na rua 15 de novembro, nas proximidades da rua Bahia, quando Flávio caiu sobre a grade de um Ginásio, que cedeu, e despencou de uma altura de 3 metros.

Ele faleceu no local com traumatismo craniano. Segundo informações da polícia, o amigo da vítima, Ricardo Franco, de 28 anos, teria tropeçado primeiro no mesmo local. Quando Flávio tentou ajudá-lo, teria recebido um golpe do amigo, irritado por ter caído, e acabou jogado na direção do gradil que não aguentou e cedeu.

Um agente de segurança do estabelecimento, E.B.C. ainda tentou ajudar o rapaz a se levantar com o amigo, mas percebeu que o trauma havia sido grave. O SAMU foi acionado mas já encontrou a vítima sem vida.

Ricardo, conhecido como ‘Gordo’, está prestando depoimento na Depac e deve ser indiciado por homicídio culposo, ou seja, quando não havia a intenção de matar.

A família da vítima está preparando a documentação para o enterro e doação de órgãos de Flávio. Segundo o pai da vítima, Marcílio Ferreira, 59 anos, ele tinha acabado de comprar um carro e disse não conhecer o amigo que estava com ele no momento do acidente. A mãe e irmã do rapaz estão em estado de choque e não querem falar sobre o assunto. (Material editado às 09H07 para correção. Colaborou: Reginaldo Coelho)

Jornal Midiamax