Polícia / Trânsito

Acidente na MS-060 perto de Sidrolândia mata 3

Motorista de Astra teria perdido a direção do carro e invadido a pista contrária, batendo num motociclista; além das vítimas fatais, uma criança quebrou duas pernas

Arquivo Publicado em 12/09/2010, às 14h53

None

Motorista de Astra teria perdido a direção do carro e invadido a pista contrária, batendo num motociclista; além das vítimas fatais, uma criança quebrou duas pernas

Três pessoas morreram hoje cedo num acidente envolvendo um carro e uma motocicleta na MS-060, perto do Bolicho Seco, no município de Sidrolândia, informou o site regiãonews.

Duas das vítimas ocupavam o Astra de placa DED-2827, de Maracaju, que bateu de frente na motocicleta Honda NXR-150 de placa HSK 5844, de Sidrolândia, cujo condutor também morreu.

Uma criança de cinco anos de idade que seguia no banco detrás do carro quebrou duas perdas.

O acidente ocorreu por volta das 6h. De acordo com o regiãonews, o Astra, que seguia de Sidrolândia para Campo Grande, era conduzido por Andressa da Costa Medeiros Aivi, de 22 anos. Ela e um dos passageiros, identificado como Sindivaldo de Souza, de 44 anos, morreram no local. Uma criança de 5 anos e o tio, Marcos Martins Moura, que viajavam no carro, foram socorridos e levados para o hospital.

Andressa, diz o site, teria perdido o controle na curva do KM-403 da rodovia MS/060 a uns mil metros de uma região conhecida como Bolicho Seco. Com o veículo desgovernado, a condutora tentou se manter na pista, indo para via contrária, quando bateu na motocicleta ocupada por Rondinew Ramires, 21, morador de Sidrolândia. O rapaz, que seguia sozinho na motocicleta, morreu no local.

Erivelton Santos Cunha, o garoto de 5 anos foi socorrido com vida e encaminhado para Santa Casa de Campo Grande. Informações preliminares dão conta de que o menino sofreu fraturas nas duas pernas e escoriações pelo corpo.

A outra vítima socorrida com vida foi a de Marcos Martins Moura de aproximadamente 40 anos e também foi encaminhado para atendimento hospitalar na Capital.

Andressa e Sindivaldo morreram presos às ferragens do carro. O impacto da batida arremessou o motociclista Rondeney a uma distância de pelo menos 50 metros do local do acidente. Segundo testemunhas, a condutora do veículo estava em alta velocidade.

Jornal Midiamax