Polícia / Trânsito

Acidente na Moto2 mata piloto japonês de 19 anos

Um grave acidente provocou a morte do piloto japonês Shoya Tomizawa, de 19 anos, que disputou neste domingo a etapa de San Marino, na Itália, do Mundial de Moto2. Ele morreu no hospital da cidade italiana de Riccione, para o qual havia sido transferido de ambulância diante da gravidade de suas lesões. Tomizawa se acidentou […]

Arquivo Publicado em 05/09/2010, às 12h19

None

Um grave acidente provocou a morte do piloto japonês Shoya Tomizawa, de 19 anos, que disputou neste domingo a etapa de San Marino, na Itália, do Mundial de Moto2. Ele morreu no hospital da cidade italiana de Riccione, para o qual havia sido transferido de ambulância diante da gravidade de suas lesões.


Tomizawa se acidentou na 12.ª volta da corrida italiana, quando ocupava a quarta posição e sofreu uma queda. Após atingir o solo, ele acabou atropelado pelas motos do italiano Alex de Angelis e do britânico Scott Redding, que vinham logo atrás e não tiveram como evitar o choque.


O piloto japonês teve uma parada cardíaca durante o atendimento médico e precisou ser reanimado dentro da pista. Segundo informou o médico italiano Claudio Macchiagodena, ele sofreu fraturas múltiplas no abdome, no tórax e no crânio e “lutava pela vida”.


O atendimento prestado a Tomizawa após o acidente em que se envolveu foi desastroso, já que a maca que o transportava para a ambulância chegou a ser derrubada. Já Redding também foi internado no hospital, mas não está em estado grave, enquanto De Angelis nada sofreu e conseguiu sair andando da pista.


Após o acidente trágico, o espanhol Toni Elías venceu neste domingo sua quarta prova consecutiva e a sexta na temporada na Moto2, que é categoria de acesso à MotoGP. Com isso, ele se consolidou ainda mais como líder do campeonato. Completaram o pódio Julian Simón, da Espanha, e Thomas Luthi, da Suíça. Elías tem 211 pontos na competição, enquanto Simón, o vice-líder, está com 128.

Jornal Midiamax