Uma briga entre acadêmicos acabou com um jovem ensanguentado em uma universidade particular, localizada na Avenida Ceará, em Campo Grande, na manhã desta quarta-feira (15).

As imagens registradas por testemunhas mostram um grupo de acadêmicos ao redor de dois jovens, enquanto um deles pratica as agressões. Pelas imagens, nota-se que são desferidos muitos socos, principalmente no rosto dos jovens e, segundo informações, os agressores bateram a cabeça das vítimas contra a parede.

Após as agressões, o grupo separa os jovens agredidos, enquanto um fica no chão e os outros vão embora do local. Um dos jovens ficou com o rosto bastante ensanguentado e há informações de que ele teria sofrido uma fratura no nariz. 

Testemunhas contaram ao Jornal Midiamax que o irmão do jovem que ficou ensanguentado se envolveu em uma briga durante uma festa anteriormente. Por isso, ele teria resolvido tirar satisfações, o que acabou ocasionando a briga.

Ainda conforme testemunhas, a briga só terminou após outros acadêmicos intervirem para conter o grupo. 

O Jornal Midiamax acionou a universidade que foi palco da briga registrada nessa terça-feira (14) e foi informado que os envolvidos foram suspensos das atividades da instituição por 15 dias.

Confira a nota na íntegra:

“A Uniderp informa que ao saber dos fatos, prestou os primeiros socorros aos envolvidos, que foram liberados. A instituição esclarece que abriu sindicância interna para tomar as medidas cabíveis, sendo que os mesmos foram suspensos das atividades por quinze dias, seguindo o regimento da instituição de ensino. A universidade ressalta ainda que o desentendimento entre os alunos foi motivado por desavenças particulares, e que não compactua com nenhum tipo de violência e reforça o seu compromisso com o respeito e bem-estar de seus professores, colaboradores e alunos.

O espaço segue aberto para manifestações.

Confira o vídeo da briga entre os acadêmicos:

Jovem com rosto ensanguentado. (Leitor Midiamax)

*Atualizada às 17h20 para acréscimo de informações.