Uma jovem, de 21 anos, foi agredida com cacos de vidro e pedaço de madeira pela mãe, de 37, que foi presa, no bairro Nova Lima, em Campo Grande, na manhã desse domingo (21). A mulher ainda ameaçou a filha com uma faca. 

A vítima relatou as agressões à polícia, que lhe causaram lesão em seus braços, ombro e pernas. Ela ainda contou que tentou ajudar a mãe acolhendo ela em sua casa, lhe oferecendo roupas limpas, alimentação e moradia. 

A mulher foi presa e, na delegacia, quando questionada sobre seu endereço, alegou que está em situação de rua. Ela ainda disse que os policiais teriam ‘quebrado’ seu dedo durante a abordagem. 

Entretanto, os policiais informaram que os moradores estavam furiosos e tentaram linchar a mulher, momento em que teria causado a lesão no dedo dela. A mulher foi levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para atendimento médico. 

Devido ao descontrole emocional que apresentava, ela não teve condições de assinar o depoimento no auto de prisão. 

O caso foi registrado como ameaça (violência doméstica) e lesão corporal. A mulher teve liberdade provisória concedida e lhe foi arbitrada uma fiança no valor de R$ 2 mil.

Na segunda-feira (22), o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) pediu ao Poder Judiciário a dispensa do pagamento da fiança com aplicação de medidas cautelares, como: proibição de aproximar-se da vítima a distância mínima de 300 metros; comparecimento mensal em Juízo e que seja submetida a tratamento no Caps (Centro de Atenção Psicossocial).