Um homem, de 34 anos, foragido da Justiça e piloto de avião que transportava drogas, entrou em confronto com um policial militar e foi preso no bairro Jardim Boa Vista, em Bonito, distante 300 quilômetros de Campo Grande, na noite desse domingo (16). 

Após denúncia de que o homem estaria morando há pouco tempo na cidade, os policiais iniciaram diligências para localizá-lo. No início da noite de domingo (16), a equipe se deparou com um veículo Gol, de cor prata, próximo à Estância Cachoeirinha, sendo que o motorista tinha as mesmas características das repassadas na denúncia. 

Os militares deram ordem de parada, momento em que o motorista e a passageira desceram do carro e foi solicitado a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) do homem, tendo ele apresentado uma captura de tela de um aplicativo.

Contudo, o nome apresentado na captura de tela levantou suspeita dos militares e então foi solicitado que o motorista abrisse o aplicativo da CNH digital, momento em que ele ficou nervoso e foi confrontado por um dos policiais, segundo o boletim de ocorrência.

Ao ser questionado sobre seus documentos pessoais, o homem não soube responder com clareza e os militares verificaram a captura de tela no sistema policial, constatando que o nome era o mesmo apresentado na foto, mas que seria um documento falso. 

A equipe informou que o motorista estava usando documento falso e ele seria levado para a delegacia, momento em que o mesmo fugiu adentrando um terreno baldio. Ao ser alcançado, pegou um pedaço de vergalhão e foi em direção a um dos policiais, que sacou a pistola e pediu que o motorista se entregasse.

O homem continuou resistindo à abordagem e entrou em luta corporal com o PM, sendo que a todo momento tentava pegar a arma do policial. Assim, durante o confronto foram efetuados três disparos.

Por fim, o policial conseguiu conter o motorista que, ao ser questionado sobre seu nome novamente, informou sua verdadeira identidade. Ao verificar no sistema policial, a equipe constatou que o homem era foragido da Justiça e estava com mandado de prisão por tráfico de drogas em aberto. 

Aos militares, o homem ainda confessou que era piloto de avião e transportava drogas pelo espaço aéreo. Ele foi preso e durante o trajeto até a delegacia ainda ameaçou os policiais de morte afirmando que um dia iria sair da cadeia e que, quando saísse, os militares iriam pagar por prendê-lo.

A passageira que estava com o criminoso também foi encaminhada para a delegacia, mas disse aos militares que conhece o homem há pouco mais de 1 mês e tinha um relacionamento amoroso com ele, porém alegou que não sabia sobre seus antecedentes. Como não tinha nada em desfavor da mulher, ela foi liberada.