Um homem de 30 anos foi resgatado na tarde desta quinta-feira (23) de um cativeiro no , em , durante julgamento do do PCC (Primeiro Comando da Capital). Dois homens, de 34 e 36 anos, foram presos.

Segundo consta no registro, policiais do GOI (Grupo de Operações e Investigações) receberam uma denúncia anônima de um vídeo que mostrava três homens em um cômodo. Um deles estava amarrado e o que gravava cobrava drogas e uma bicicleta que supostamente a vítima teria roubado dele.

Os investigadores foram até o endereço enviado e, ao chegarem no local, encontraram um dos homens que aparece no vídeo caminhando pela Rua Jussara. Ele foi seguido por cerca de 100 metros e, ao chegar próximo a uma casa, foi abordado e preso.

Ao entrarem no imóvel, uma edícula na parte dos fundos, os policiais encontraram a vítima sentada no chão, exatamente onde foi filmada. Ao seu lado estavam as fitas utilizadas para amarrá-lo e uma .

Um dos autores informou aos policiais que a vítima teria roubado drogas e uma bicicleta, e que ele teria falado com um disciplina do PCC pedindo autorização para matá-lo. Os vídeos teriam sido gravados para que os outros integrantes da facção entendessem o que estava acontecendo.

A vítima informou ainda que, na noite anterior, havia sido forçado a usar drogas, sendo que estaria há mais de nove anos sem consumir entorpecentes. Ele ainda revelou ter sofrido ameaças de morte com uma faca e um pedaço de madeira, e ter sido enforcado. Os autores foram presos por sequestro e cárcere privado, ameaça e lesão corporal, e encaminhados para a delegacia.