Uma de 22 anos foi presa na madrugada de domingo (20) após ser acusada de invadir e roubar uma casa, no Campo Nobre, em . Durante o crime, a dona da casa, de 52 anos, na tentativa de se defender e defender o filho, que é deficiente e acamado, foi ferida na testa e socorrida ensanguentada. Ela teve a prisão mantida durante audiência de custódia nesta segunda-feira (21).

Segundo o boletim de ocorrência, quando a polícia chegou ao local, uma vizinha contou que ouviu gritos de socorro e ao chegar ao local viu quando a travesti pulava o muro da residência para fugir. Em seguida, visualizou a vítima toda ensanguentada e com um corte na testa.

A vítima teria contado à vizinha que a autora entrou na casa quebrando o vidro da janela do banheiro e, bastante agressiva, exigia dinheiro. “É um assalto, quero dinheiro. Onde está o dinheiro”, teria dito a ladra.

Para se defender e defender o filho, a mulher entrou em luta com a autora, que pegou um objeto de porcelana e bateu na cabeça da vítima, ocasionando o corte. A vítima teria sentido falta a princípio apenas do aparelho celular.

A mulher foi socorrida por um vizinho até a UPA Universitário, depois foi transferida para a .

À polícia, a vizinha contou ainda que reconheceu a autora como sendo uma moradora da região, inclusive frequentadora de uma casa vizinha da vítima. Outros moradores chegaram a procurar pela criminosa, mas não a encontraram.

Com as características, a polícia conseguiu localizar a travesti e a prendeu. Ela foi reconhecida pela vizinha e depois, através de foto, pela própria vítima no hospital, porém nega as agressões.

À polícia, ela disse que estava fazendo uso de pasta base com uma amiga quando decidiram entrar na casa, escolhida de forma aleatória. Elas pularam o muro e com a ajuda de uma escada quebraram o vidro.

A autora ainda disse que ficou esperando enquanto a comparsa agredia a vítima em busca de dinheiro, porém não conseguiram nada.

Ela confirma que estava no local, porém nega as agressões, dizendo que foi a amiga, que não foi localizada.

A travesti presa estava cumprindo por furto. Ela teve a prisão em flagrante convertida em preventiva durante audiência de custódia nesta segunda-feira (21).