Na terça-feira (14), jovem de 19 anos foi preso em flagrante com documento em um cartório na região central de Campo Grande. Ele tentava celebrar procuração para realizar um financiamento com uma corretora de imóveis.

Conforme as informações da polícia, o jovem foi ao cartório com a corretora e celebraria uma procuração para negócio de compra e venda de imóveis. No entanto, a auxiliar desconfiou do documento de identificação do suspeito.

Assim, consultou o sistema da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) e viu que a foto do documento era diferente da original. A foi acionada e o rapaz preso em flagrante.

Já a corretora relatou que foi contatada pelo suspeito via Facebook. Como ele pretendia fazer o financiamento, foram ao cartório para celebrar a procuração e assim ele seria representado pela imobiliária.

Em depoimento preliminar, o rapaz confirmou que usava o documento falso. Ele ainda disse que foi contratado por um desconhecido e receberia R$ 300. Após o acordo, ele recebeu o documento falso para fazer a procuração no cartório.

Segundo caso no mesmo cartório

Em 9 de março, o mesmo cartório foi alvo de criminosos. Isso, porque foi realizada uma procuração onde um casal dava poderes a um terceiro para que esse pudesse vender ou transferir um lote.

Assim, após feita a procuração, houve tentativa de venda desse imóvel. Tal venda só não aconteceu porque foi identificada a suspeita de fraude, já que o casal em questão mora no e nem poderia ter assinado a procuração.

Com isso, foi identificado o uso de documento falso e boletim de ocorrência foi registrado pelo cartório.

Saiba Mais