Desaparecida há um mês em Taquarussu, Geovana Souza Dias, de 16 anos, saiu por volta das 20 horas, no dia 8 de julho, para ir a uma festa julina, no entanto, ela não chegou à festa e nem retornou para casa. Familiares, amigos e pessoas que estiveram próximas a adolescente dias antes dela desaparecer já foram ouvidas pela Polícia Civil do município.

“Desde o dia que ela desapareceu, a polícia vem trabalhando de forma ininterrupta no caso. As buscas não foram encerradas. O caso continua sendo apurado pela Polícia Civil, já ouvimos familiares, amigos e pessoas próximas a Geovana”, afirmou o delegado Caio Bicalho, responsável pelo caso, ao Jornal Midiamax.

A família de Geovana está angustiada a cada dia que passa sem da menina. “Não acharam nada. Estamos cada dia mais angustiados, sem notícias, sem saber se ela está bem, se está sofrendo”, relatou a irmã, Camila Marasmo, de 30 anos.

As diligências com o Corpo de Bombeiros se encerraram, mas a qualquer momento podem retornar. O delegado ainda ressalta que a polícia continuará trabalhando para que a adolescente seja encontrada. 

“Vamos continuar as buscas até que se esgote todas as possibilidades”, reforça. 

Desaparecimento

Geovana saiu de casa no dia 8 de julho, com uma blusa verde brilhosa, calça preta e tênis branco, mas não compareceu ao seu destino, uma festa julina, e nem retornou para a sua residência. Os familiares ligaram para o telefone da adolescente, mas uma pessoa atendeu e disse que encontrou o aparelho na rua, perto da bicicleta de Geovana, no cruzamento da Quenenciano Cecilio de Lima com a Rua Olívia Maria Vieira.

Qualquer informação que possa auxiliar nas buscas, deve ser repassada para a Delegacia de , pelo telefone: (67) 99223-0178.