A Polícia Civil procura pelo suspeito de sequestrar e estuprar a ex-mulher, de 32 anos, na madrugada desse domingo (26) Coronel Sapucaia, distante a 380 quilômetros de Campo Grande. Depois de ser sequestrada, a vítima foi levada para um hotel em Capitan Bado, onde foi estuprada.

Conforme o delegado Fernando Henrique Araújo, o suspeito ainda está foragido e a polícia não descarta a possibilidade dele ter fugido em direção ao Paraguai, visto que a cidade fica na fronteira do Brasil com o Paraguai.

Um inquérito policial foi instaurado para apurar o caso e a Polícia Civil, por intermédio da DP (Delegacia de Polícia) de Coronel Sapucaia continua as investigações. 

Entenda o caso

O homem estava armado quando invadiu a casa e surpreendeu a mulher exigindo que ela entregasse o celular e as chaves da motocicleta. Quando ela se recusou, ele apontou a para a enteada ameaçando matá-la. 

Com isso, a mulher entregou o que ele estava pedindo. Neste momento, o homem a arrastou pelos cabelos e a fez subir na moto. Temendo por sua filha, a mulher foi com o autor até um local próximo ao hospital municipal em construção, onde estava o veículo Fiat Strada, de cor prata, do suspeito. O homem colocou a moto na carroceria de seu carro e obrigou a mulher a entrar no veículo, apontando a arma em sua direção.

Segundo a mulher, ele seguiu para um hotel na cidade Capitan Bado, onde a levou para um apartamento e disse: “você não quer mais nada comigo porque já deve ter outro macho”. Em seguida, estuprou a mulher.

Já no momento em que o suspeito foi ao banheiro, a mulher aproveitou para tentar fugir, porém, ao abrir a porta, ele a segurou pelo cabelo. Ao perceber que uma funcionária do hotel havia presenciado o fato, tentou disfarçar, mas esta lhe falou para soltar a vítima, o que fez com que ele a deixasse sair.

Saiba Mais