A aeronave Pelican 500BR 2005, que caiu nessa terça-feira (5), em uma rural de Selvíria, a 400 quilômetros de Campo Grande, está com toda a situação de aeronavegabilidade regular. O piloto estava dando aulas a um aluno quando o avião apresentou problemas.

O avião que chega a ser comercializado a R$ 350 mil estava com restrição, apenas, para o serviço de táxi aéreo. O piloto disse aos policiais que no momento da queda estava dando aulas ao dono que tinha comprado a aeronave.

Após a queda, o dono do avião disse que iria buscar água e ajuda, mas desapareceu. Nada de ilícito foi encontrado na aeronave. Segundo informações do Portal Selvíria, o passageiro da aeronave teria sofrido um corte no braço com a queda.

O avião deve passar por perícia para saber o que pode ter causado a pane e a queda.