Uma mulher de 51 anos foi vítima de um golpe após comprar uma cesta básica pelas redes sociais em Campo Grande. Conforme o anúncio, que ainda está ativo, o item é ‘vendido’ a R$ 140,00, no entanto, após efetuar o pagamento, o golpista bloqueia a vítima e não entrega a mercadoria.

A vítima relata que viu o anúncio em um grupo de vendas online e como ainda não havia feito as compras do mês, decidiu entrar em contato com o vendedor e encomendar a cesta básica até que chegasse o dia em que fosse ao mercado.

“Mandei mensagem para ele e resolvi encomendar a cesta básica. Ele me disse que morava no Nova Lima e que entregaria a cesta por um carro de aplicativo”, explica.

Após solicitar a compra, o golpista informou que o pagamento deveria ser feito antes da entrega, via pix, segundo a vítima, o homem ainda afirmou que o pagamento antecipado era um meio de evitar que ele sofresse golpes.

“Eu disse que pagaria quando a entrega chegasse em casa, mas ele pediu para mandar o pix antes porque muita gente já tinha dado golpe nele, então acabei aceitando e fiz o pix”.

O golpista chegou a mandar um print a vítima onde mostrava o carro de aplicativo a caminho de sua casa, contudo, a compra nunca chegou ao local e após a transferência bancária o homem bloqueou o contato.

“Achei que estava tudo certo, ele confirmou que já tinha colocado a cesta no carro e eu mandei o dinheiro mesmo desconfiada. Esperei das 16h25 até 17h e nada, mandei mensagem, ele não respondeu e me bloqueou”, relata.

Após sofrer o golpe, a mulher visitou o perfil do golpista e identificou diversos comentários de pessoas que relataram ter sido vítimas do mesmo golpe. Com isso, ela decidiu denunciar o caso a polícia.

“Era um rapaz novo, acreditei porque tem pessoas que ganham a cesta básica da empresa que trabalha, mas vendem. O pix tinha um nome diferente, mas ele disse que era a conta do pai dele”.

Ainda segundo a vítima, após registrar o boletim de ocorrência foi informada que o caso será investigado, mas que o dinheiro não teria como ser recuperado.