Uma mulher, de 33 anos, foi presa pelo DOF (Departamento de Operações de Fronteira) transportando 24,7 quilos de skunk, entorpecente conhecido como ‘supermaconha’, avaliado em aproximadamente R$ 248 mil, em um carro de aplicativo, na BR-262, em Corumbá, a 429 quilômetros de Campo Grande, nessa quarta-feira (29).

Os militares realizavam bloqueio na rodovia pela manhã, quando deram ordem de parada ao carro, um Fiat Palio. Ao ser entrevistado pela equipe, o motorista afirmou que trabalha como motorista de aplicativo e foi contratado para levar a mulher de Corumbá a Capital. 

A equipe checou as bagagens e se deparou com 48 volumes de skunk, totalizando então 24,7 quilos da ‘supermaconha’. Indagada pelos policiais, a suspeita respondeu que foi contratada para levar a droga até Campo Grande e receberia R$ 5 mil. 

Ela foi presa e encaminhada, junto ao entorpecente apreendido, a delegacia de Polícia Civil em Corumbá.