Uma mulher de 37 anos foi levada à força de seu serviço pelo de 36 anos, espancada, e estuprada por horas. Ela conseguiu fugir até a casa de sua , em Campo Grande, e pediu por ajuda. O caso foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). 

A mulher estava bastante abalada e contou que estava em seu trabalho, em um posto de combustível, que fica a 47 quilômetros da Capital, na noite de sexta-feira (10), onde ela iria dormir, quando seu ex-marido chegou ao local a agredindo com socos e chutes.

Ela foi colocada à força dentro de um carro e levada para uma fazenda onde ele trabalhava. O casal estava separado há uma semana. 

Na fazenda, ela foi novamente agredida e estuprada por horas. A vítima ainda foi ameaçada de morte com uma faca. Ela teve as rasgadas pelo autor. O homem tentava reatar o relacionamento que durou 1 ano.

Conseguiu fugir

A mulher conseguiu fugir no sábado (10) pela manhã após entrar em luta com o autor. Ela foi até a casa da mãe para pedir ajuda. A polícia foi acionada e levou a vítima até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas, já que ela estava com vários machucados pelo corpo.

Foram feitas diligências para tentar encontrar o autor, morador de um bairro de Campo Grande, mas sem sucesso. A vítima estava bastante abalada.

O caso foi registrado como estupro e violência doméstica.