A mãe de uma de 1 ano e 5 meses procurou atendimento após desconfiar de vermelhidão nas partes íntimas da filha, na noite desta sexta-feira (24), em Campo Grande. Segundo ela, a filha apresentou comportamento estranho após voltar da creche.

Conforme consta no boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi chamada pelo pediatra de um hospital particular da Capital após a mãe chegar com a , que estava com vermelhidão nas partes íntimas, logo após busca-la no CEINF (Centro de Educação Infantil).

A mãe relatou que há cerca de uma semana notou a vermelhidão na filha, procurou o mesmo hospital e o médico plantonista teria dito “que não era nada”. Desde então, segundo a mãe, a criança começou a apresentar irritação, mas os sinais nas partes íntimas sumiram.

Entretanto, na tarde desta sexta-feira (24), após buscar a filha no CEINF, notou novamente a vermelhidão na criança. Ao tentar verificar, a bebê teria se debatido e ficado irritada, não deixando a mãe tocá-la.

Por isso, ela procurou um posto de saúde e a assistente social a orientou a encaminhar para o hospital, para melhor avaliação. O médico pediatra informou não ter constatado cortes nem hematomas ou sangramentos, mas analisou a bebê, que estava com bastante irritação.

Então, o pediatra achou melhor acionar a Polícia Militar para realizar um boletim de ocorrência e encaminhar a bebê para fazer exame de corpo de delito. Mãe e filha foram conduzidas para a delegacia.

Saiba Mais