Uma idosa, de 59 anos, foi encontrada morta na tarde desta segunda-feira (12) no Bairro Nova , com lesão na cabeça. A polícia investiga a morte, que é tratada como morte a esclarecer. A vítima tinha histórico de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e tinha caído no banheiro no último sábado (10), segundo familiares.

Segundo explicado pelos policiais militares, a idosa foi encontrada desacordada e com ferimento na cabeça, pelo filho. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado e constatou o óbito.

Conforme explicado pelo filho da vítima, Alan Bitencourt de 38 anos, ela sofreu um AVC em 2011 e desde então tinha sequelas, fazia fisioterapia e tratamento com fonoaudiólogo. A idosa morava com o filho, neto e a nora, que está grávida.

Ainda segundo o filho, na sexta-feira (9) a noite a mãe estava no banheiro e, ao subir na cadeira de rodas, teria tentado se apoiar na pia, caindo e batendo a cabeça. Ela teria gritado e o filho prestado socorro. Ele alegou que não percebeu nenhum hematoma ou sangramento.

Contudo, no sábado (10) pela manhã ele notou o rosto da idosa inchado e roxo, mas não teria levado ao hospital. Segundo ele, a mãe acordou normalmente pela manhã e, já a tarde, quando os familiares foram vê-la no quarto, a encontraram desacordada na cama.

“Ela estava bem debilitada, precisava de ajuda para tudo, até para ir ao banheiro”, disse o filho. Segundo a PM, provavelmente trata-se de morte natural, mas a Polícia Civil e o delegado plantonista foram acionados para confirmarem.