Moradora do Residencial Royal I, de 44 anos, procurou a polícia para denunciar agressão sofrida pelo nesta quarta-feira (5). O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Além de receber socos na cabeça e também pelo corpo, que deixaram lesões, ela sofreu ameaça de morte. Em tom sarcástico o agressor ainda disse que ela poderia denunciá-lo porque a ‘polícia não faz nada’.

O agressor ainda teria dito que se for preso paga advogado e sai em dois e três meses e que depois a mata. A vítima já tinha pedido medidas protetivas contra o ex marido, que foram descumpridas.