Um homem, de 31 anos, foi preso em flagrante nesta segunda-feira (31) por estupro de vulnerável da vizinha, uma criança de 11 anos em Campo Grande. A própria esposa do autor foi quem o denunciou.
Segundo a polícia, o homem teria cometido o crime dias atrás, e novamente na noite de domingo (30).

A esposa do homem compareceu na delegacia, Depac Cepol, dizendo que o marido tinha estuprado a neta de sua vizinha, uma criança de 11 anos, enquanto estava em sua casa. A menina estava na casa da mulher, onde passaria a noite, quando chorosa contou que o homem havia abusado e passado a mão em sua partes íntimas.

A equi0pe de plantão da depac acionou o GOI (Grupo de Operações e Investigações) para dar apoio na localização do homem.

Minutos após, a equipe localizou o homem escondido em um supermercado próximo. No momento em que foi preso, confessou o fato, porém durante oitiva na delegacia ele mudou a versão dizendo que foi um acidente.

A criança foi ouvida em depoimento especial e contou com detalhes como tudo aconteceu. À polícia, a menina disse que o homem começou a espiar ela pela janela. Em um dia, chegou a oferecer R$2 para a vítima. Em outra data, ofereceu bebida alcoólica, para que não contasse para seus pais.

Ele praticou o crime em um dos dias em que a menina visitava a amiga. Ao ser abusada pela segunda vez, a criança contou à esposa do homem, que o denunciou.

O autor foi preso em flagrante por estupro de vulnerável, sendo solicitado a conversão de sua prisão em preventiva, ficando a cargo do Ministério Público e Judiciário decidir sobre sua liberdade.