Em depoimento, namorada de Erick Luciano Lopes, de 22 anos, relatou que o jovem foi morto após tentar separar uma briga, motivada pela tentativa de furto de uma bicicleta. O rapaz foi assassinado na madrugada desta quinta-feira (2), na região do Danúbio Azul.

Segundo relato da mulher, Erick estaria envolvido na briga, que aconteceu por volta das 20h30. Isso, porque ele tentava proteger dois amigos, que apanhavam de um rapaz de 25 anos.

A briga teria começado porque um dos amigos de Erick flagrou o rapaz de 25 anos tentando furtar a bicicleta dele. Após a discussão e agressões, Erick interveio e acabou ameaçado de morte pelo suspeito.

Por volta das 21 horas, Erick e a namorada estavam em casa, quando o rapaz de 25 anos e o irmão, de 27 anos, passaram pelo local. Eles teriam passado várias vezes de carro, fazendo novas ameaças e também o padrasto, de 55 anos, estaria no veículo.

Em determinado momento, o carro parou na frente da casa, quando um dos suspeitos desceu e chegou a abrir a janela do quarto em que o casal estava. Erick saiu do quarto e se deparou com o autor do crime, que fez um disparo.

Ainda segundo a namorada, ela ouviu mais um tiro. Os policiais mostraram para ela a foto do homem de 27 anos, que ela reconheceu como sendo o autor dos disparos. Ele não foi encontrado.

Em buscas, os policiais militares conversaram com a mãe dos autores. Ela relatou que o marido havia levado o rapaz de 25 anos até a (Unidade de Pronto Atendimento) Nova Bahia, por conta dos ferimentos sofridos na briga.

O rapaz e o padrasto acabaram presos em flagrante por participação no homicídio. O caso é investigado como homicídio doloso praticado em concurso de duas ou mais pessoas e qualificado pela emboscada ou outro recurso que dificulte a defesa da vítima.

Saiba Mais