Rapaz de 23 anos, morador de Dourados,  preso em flagrante no dia 28 de março deste ano em um posto da Polícia Militar Rodoviária de São Paulo, na rodovia SP-270, em Palmital (SP),   com 44 quilos e 600 gramas de cocaína irá cumprir pena em liberdade.

Segundo boletim de ocorrência registrado na delegacia do interior paulista, ele foi flagrado com 42 tabletes de pasta base de cocaína, que totalizaram. A droga estava escondida em fundo falso no porta-malas do Fiat/Pálio Weekend de cor prata.

Quando foi interceptado, o rapaz estava acompanhado da namorada, que foi liberada no mesmo dia.  A droga que estava no veículo do Fiat/Pálio Weekend foi carregada em Dourados e seria entregue em Campinas.

Segundo informações do advogado de defesa repassadas à reportagem do Midiamax, Renam Pompeu, pela decisão da juíza substituta Lucillana Lua Roos de Oliveira, o douradense terá que   cumprir pena de três anos, 10 meses e 20 dias de reclusão e 388 dias/multa, fixada em seu valor unitário mínimo, em regime aberto.

“Converto a pena privativa de liberdade em duas restritivas de direitos, quais sejam: a) uma prestação de serviços à comunidade ou entidades públicas, a critério do Juízo das Execuções Criminais (art. 46 do CP), pelo mesmo tempo fixado para a pena restritiva de liberdade; e b) prestação pecuniária, no valor de 01 (um) salário mínimo”, diz a sentença da juíza.