Um homem de 44 anos foi internado na Santa Casa, em Campo Grande, na manhã deste sábado (21), com diversos hematomas no rosto e até um “pouco de confusão mental”, devido aos traumas sofridos na cabeça, conforme a polícia. Interrogado, diz que foi agredido por um “desafeto”.

Conforme o depoimento da vítima, que conversou com policiais militares plantonistas, o suspeito, há algum tempo, já teria ateado fogo na casa dele e agora cometeu a agressão.

“A PM nos troxe a ocorrência e registramos aqui na Depac [Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário] Centro. Agora, já ocorre o trabalho de investigação, mas, o suspeito ainda não foi identificado”, afirmou ao Midiamax o delegado Romulo Teixeira.

O cabo plantonista, que viu a vítima no hospital, ressaltou que ele possui diversos hematomas no rosto, além de cortes profundos, dando acesso visual ao crânio. Por conta da gravidade dos fatos e, tendo em vista a incapacidade da vítima deslocar até a delegacia, foi feito o registro pela autoridade competente.

O fato foi registrado como tentativa de homicídio e está sendo investigado. A pena para este crime pode chegar a 12 anos de reclusão.

Caso foi registrado na Depac Centro de Campo Grande (Foto: Arquivo/Midiamax)
Caso foi registrado na Depac Centro de Campo Grande (Foto: Arquivo/Midiamax)