Na terça-feira (28), casal foi alvo de ação policial em , a 298 quilômetros de , por violar a intimidade sexual de mulheres. Os suspeitos mantinham uma câmera no banheiro da casa.

Uma vítima teria encontrado a câmera instalada no banheiro da residência. Então, identificou outras vítimas e procurou a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) para fazer a denúncia.

A mulher seria revendedora de cosméticos. Então, conforme o site Jornal da Nova, ela oferecia os produtos para as clientes testarem. Depois, para se limparem, elas usavam o banheiro onde estava o dispositivo.

Para a vítima, o casal ainda dizia que a mobília já tinha vindo com a câmera quando compraram. Depois alegaram que instalaram por causa do filho, que fazia bagunça.

Com o inquérito policial, a delegada Daniella Oliveira, da DAM, representou pelo mandado de busca e apreensão. O mandado foi cumprido em dois endereços do casal e dispositivos eletrônicos foram apreendidos.

Ainda segundo a polícia, o casal foi levado para a DAM e prestou esclarecimentos. O caso segue em investigação.