Brasil e Paraguai deflagram nova operação contra fazendas de maconha do narcotráfico

Segundo informações da Senad, nova fase da ‘Basalto’ já causou prejuízo de mais de 2 milhões de dólares
| 04/07/2023
- 08:17
Brasil e Paraguai deflagram nova operação contra fazendas de maconha do narcotráfico
Policiais localizam e destroem plantações de maconha.

Com diligências em propriedades rurais localizadas em cidades paraguaias que fazem fronteira com o Mato Grosso do Sul, a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) realiza uma nova fase da operação ‘Basalto’. A ação também envolve efetivos policiais e militares do Brasil.

No Paraguai, as ofensivas são coordenadas pela FTC (Força Tarefa Conjunta). O objetivo é localizar e destruir lavouras de maconha que são controladas pelo crime organizado tanto do Paraguai quanto do Brasil.

O foco da operação está concentrado nos departamentos de Amambay e Concepción até o momento causou prejuízos de mais de 2 milhões de dólares ao narcotráfico, segundo informações divulgadas pela Senad na manhã desta terça-feira (4).

 

As forças de segurança já fizeram a destruição de 26 hectares de maconha, com a desarticulação de pelo menos 5 acampamentos no primeiro dia de trabalho realizados em Cerro Corá, Amambay. No total, mais de 78 toneladas da droga foram retiradas de circulação.

Segundo a Senad, a operação reúne efetivos para o combate ao crime por meio do controle aéreo, terrestre e fluvial. Entre as forças que coordenam as ações estão o Ministério da Defesa Nacional, Comando das Forças Armadas, Marinha Nacional e Aeronáutica.

 

Veja também

Policiais foram até a casa do contrabandista mas não o localizaram

Últimas notícias