Uma loja que vendia e consertava aparelhos de celular no de Campo Grande foi fechada pela Polícia Civil. Os investigadores da Derf (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos) descobriram, depois de um confessar, que o box vendia celulares roubados e furtados. O proprietário da loja responderá por receptação.

A polícia chegou ao local através do depoimento de um ladrão preso no dia 7 deste mês. As equipes então fizeram diligências no ponto de venda e localizaram diversas carcaças, peças e aparelhos sem procedência, assim como um usado para desbloquear aparelhos roubados.

O proprietário da loja, de 21 anos, foi encaminhado para a Derf, onde confessou que adquiriu dois celulares roubados na semana passada e indicou os clientes para quem teria revendido. No mesmo dia, os investigadores foram até esses clientes e recuperam os celulares roubados das vítimas.

A pena para o crime é de três a oito anos de reclusão, e multa.

A administração do Camelódromo de Campo Grande interditou o ponto de venda.

(Divulgação/PCMS)

Saiba Mais